Espacialidades da experiência – Salvador

OFICINA 2 – Espacialidades da experiência – Salvador
Responsáveis: Breno Silva, Monique Sanches e Simone Cortezão – revista DESMANCHE – UFOP e UFMG

RESUMO:
Numa análise do verbete Espaço, do Dicionário Critico de Georges Bataille, Didi-Huberman detecta a dimensão de afecção, de ferida (atteinte) de uma espacialidade como motora de sua transformação. Um espaço “tocado pelo Mal” e transformado na subversão e resignificação da noção de semelhança. Escreve Didi-Huberman: “A semelhança, em Bataille, daria, assim, a ferramenta mesma de uma apreensão radical – desproporcional, violenta, cruel ou dilacerante – da diferença, da heterogeneidade e da capacidade das coisas de se transformar, até mesmo de se reverter em seu contrário”.
Espacialidades da experiência indiciam os espaços que escapam às definições por regra abstratas à priori e que se constituem a partir de suas transformações. Na dinâmica desses espaços, acontecem as transformações dos sujeitos, objetos e ações que os atravessam bem como o seu reverso. Evidenciam uma crise das formas e dos usos familiares, e promovem a heterogeneidade e a diferença.
O objetivo da oficina Espacialidades da experiência- Salvador é identificar e tentar experimentar tais espacialidades, e realizar a comunicação de tais experiências sobre formas diversas: oral, vídeos, fotos, textos, objetos. Em principio, partiremos da região da Baixa dos Sapateiros, com foco no Mercado São Miguel e na Rua Gravatá. As comunicações realizadas podem se desdobrar em proposições para a Revista DESMANCHE, que é editorada pelos propositores. A revista DESMANCHE tem por objetivo problematizar áreas em crise e/ou espaços de conflitos.

Duração/horários:
Dia 23/04
9h às 11h30 – Introdução sobre as espacialidades da experiência/ metodologias de experimentação e comunicação/
14h às 18h – ida à Baixa dos Sapateiros / conversas sobre as experimentações e comunicações iniciais.
Dia 24/04
9h às 18h ida à Baixa dos Sapateiros e desenvolvimento das comunicações
18h às 20h – conversas sobre as experimentações e comunicações realizadas.

Local: Baixa do Sapateiro, arredores da Rua Gravatá.

VAGAS: 10

Uma resposta em “Espacialidades da experiência – Salvador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s